Google+
quinta-feira , 21 setembro 2017

Banquete caliente

Conheça os alimentos afrodisíacos que estimulam a prática sexual

imagem_blog_alimentos_afrodisiacos_dez13

Da mesma forma com que acordamos com o pé esquerdo, existem dias que levantamos inspirados. Percebendo as belezas naturais, sorrindo e transcendendo alegria. Para estes dias, não há nada mais comum, e indicado, que compartilhar o sentimento. E fazer um agrado como um jantar especial para a pessoa amada é uma ótima dica.

Gostou da ideia? Então é interessante apostar em ingredientes que possam apimentar a relação a dois, como os alimentos considerados afrodisíacos. Alguns alimentos são considerados afrodisíacos apenas por causa de sua forma e outros de seu aroma e outros, ainda, possuem base química energética para tais alegações.

O termo “afrodisíaco” remete à Afrodite, deusa grega do amor, da virilidade e da beleza, dona de um forte poder de sedução. E para toda mulher se sentir como a deusa, a Nutricionista Priscila Lese diz que é preciso observar que não existe comprovação científica de que alguns alimentos realmente possam ter propriedades afrodisíacas, já que todas as crenças provenientes em relação a alimentos afrodisíacos são baseadas em lendas. Mas podemos observar algumas propriedades nutricionais que irão nos auxiliar.

“Os ovos de codorna, por exemplo, são considerados afrodisíacos devido à crença de que como a codorna é um animal que copula diversas vezes em curto espaço de tempo, há quem acredite que este “vigor sexual” seria transmitido pelo espírito da codorna aos ovos por ela produzidos”, exemplifica Lese. Mas se pensarmos nos alimentos com propriedades comprovadamente energéticas como o guaraná, a catuaba, o chocolate e o amendoim – que contribuem para o desempenho em toda e qualquer atividade física ou até mesmo mental, no ato sexual, que também é uma atividade física, estes alimentos proporcionarão mais energia para a prática, dependendo da quantidade consumida.

Há outros alimentos considerados afrodisíacos devido à criatividade de pessoas que associam a semelhança no formato de alguns alimentos com o órgão sexual feminino ou masculino como o morango, a ostra e a banana. “Por isso, use e abuse destes ingredientes no seu cardápio” sugere a nutricionista.

Confira a lista que separamos pra você:

Pimenta: A ingestão de pimenta gera reações fisiológicas no corpo como, por exemplo, transpiração, aumento da frequência cardíaca e da circulação sanguínea. São reações semelhantes àquelas vivenciadas na prática sexual. “A pimenta contém capsaicina que é responsável por potencializar a relação, além de ser um ótimo analgésico.” Outro efeito causado pela ingestão de grandes quantidades de pimenta é uma irritação dos órgãos genitais e da região urinária que causa sensação semelhante à excitação sexual.

Gengibre: É considerado afrodisíaco pelo seu aroma, mas ele realmente estimula o sistema circulatório.

Chocolate: Os pesquisadores estudaram o chocolate e constataram que ele libera serotonina, substância química que causa bem-estar. “Ela é desencadeada naturalmente pelo cérebro quando estamos felizes ou apaixonados, assim, o chocolate causa a mesma euforia que sentimos quando estamos amando”.

Morango, baunilha e canela: Priscila diz que estes alimentos talvez sejam considerados afrodisíacos pela tradição, já que morango com chantilly é sexy e os aromas de baunilha e canela também. “Eles estimulam nossos sentidos”, exclama a nutri.

Anis: O anis tem compostos estrogênios (hormônios femininos) que são conhecidos por induzirem efeitos similares aos da testosterona, o hormônio masculino, ou seja, aguçam a vontade de fazer sexo.

Banana: Este é um alimento considerado afrodisíaco pela sua forma, porém, a banana também é rica em potássio e vitaminas do complexo B que são substâncias necessárias para a produção de hormônios sexuais.

Manjericão: É considerado afrodisíaco mais pelo seu aroma. No entanto, ele também melhora a circulação sanguínea.

Mel: Rico em vitaminas do complexo B (necessárias para a produção de testosterona) e em boro (uma substância que ajuda o organismo a metabolizar e usar o estrogênio – hormônio feminino).

Mamão: Como a semente de anis, é um estrogênio, o que significa que ele tem compostos que agem como o estrogênio. Ele pode ser usado para aumentar a libido da mulher.

Que tal um prato especial para o jantar romântico?

Um bom peixe ou frango temperado com alho preparado com gengibre e pimenta é uma dica quente. Acompanhados de farofa de banana com manjericão para ficar uma delícia. Na sobremesa, salada de frutas com mamão, banana, morango, raspas de chocolate e mel. E uma sugestão para beber, pode ser um drink a base de anis, com uma dose de absinto para cinco partes de água e bastante gelo.

Aporte clínico: Priscila Marques Lese

Graduada em Nutrição pela Universidade de Cruz Alta e Pós-graduação em Nutrição Clínica pela Universidade Gama Filho (UGF). Atualmente é Nutricionista do Centro Vida e Saúde – Instituto de Cardiologia de Cruz Alta e Coordenadora do Serviço de Nutrição.

Confira também

torta de frango sem lactose

TORTA DE FRANGO INTEGRAL NO LIQUIDIFICADOR

Hoje separamos para você uma receita deliciosa, sem lactose de torta de frango no liquidificador, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *