Google+
quarta-feira , 22 novembro 2017
virei vegetariano

Virei vegetariano, e agora?

virei vegetarianoTer como princípios não comer produtos que implicam na morte de animais é típico de pessoas que optam pelo vegetarianismo. Assim, passam a não consumir carne vermelha, peixes, frutos do mar, frango, carne de porco e, além de deixar de comer carne, alguns também não consomem leite e derivados e também não usam produtos que contenham couro. O que divide os vegetarianos em grupos:

Ovolactovegetariano: apenas não consomem carnes. Este grupo aceita o consumo de lácteos e ovos.
Lactovegetariano: não comem carne nem ovos, mas aceitam o consumo de lácteos.
Ovovegetariano: não consome carnes, leite e derivados, mas aceitam o consumo de ovos.
Veganos: este grupo não consome qualquer alimento derivado dos animais (ovos, laticínios, mel).

Mitos da Dieta Vegetariana
Algumas pessoas pensam que, pelo fato de alguns alimentos específicos serem retirados do cardápio, a dieta se torna mais pobre. Isso não é verdade. Muitas vezes o cardápio vegetariano traz mais variedades do que a própria dieta onívora. O principal mito é que não se consegue adequar as proteínas do cardápio. Porém, os alimentos vegetais contem aminoácidos de boa qualidade, portanto se você combinar fontes alimentares de cereais e leguminosas no decorrer do dia, certamente estará seguro na ingestão proteica. Um nutricionista especializado em dietas vegetarianas estará apto para orientar as necessidades diárias dos indivíduos.

Que tipo de suplementação nutricional é necessária?
Os suplementos vitamínicos e minerais têm indicações específicas. Sugere-se a avaliação laboratorial antes que qualquer suplemento seja usado. O único nutriente que deve ser suplementado é a vitamina B12 no caso dos veganos, pois a mesma não está presente em nenhum alimento de origem vegetal, a menos que seja fortificada pela indústria. Não se deve usar nenhum suplemento sem avaliação rigorosa.

Quais as estratégias gastronômicas na nutrição vegetariana?
Para a melhor absorção dos nutrientes em todas as dietas existem alguns truques de combinações, tais como: utilizar a vitamina C concomitante com alimentos ricos em ferro vegetal que aumentam a sua absorção. A absorção de cálcio, por sua vez, depende da vitamina D, que podemos obter com boa e adequada exposição solar. A proteína e o ferro podem ser fornecidos pelas castanhas e sementes (nozes, avelãs, castanha-do-Pará, castanha de caju, amêndoas, gergelim, semente de girassol) e pelas leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico, soja e derivados).

Ana Carolina Bragança
Nutricionista Diretora da Clínica Nutrissoma Profissionais de Nutrição – CRN2 7142
Rua Marquês do Pombal, 1824/303-Porto Alegre-RS

Confira também

DICAS PAIS E FILHOS: Como seu filho te vê?

Dra. Estela Giordani Como seu filho percebe que é amado por você e pelas pessoas …

O antibiótico não faz mais efeito? Entenda o motivo!

SUPERBACTÉRIAS uma ameaça à saúde Se você é daqueles que ao ter uma febre baixa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *