Google+
sexta-feira , 24 novembro 2017

O envelhecimento, uma parte integrante da vida

idosos

Ele chega acompanhado por alterações fisiológicas graduais, porém progressivas, e por um aumento de enfermidades agudas e crônicas. Com a idade avançada é comum ocorrerem distúrbios cardiovasculares, pulmonares, músculos-esqueléticos, neurológicos, psiquiátricos entre outros, o que resulta em mudanças significativas na vida. Desse modo, são primordiais a promoção e a atenção à saúde, principalmente na fase idosa, de maneira que englobe medidas preventivas, restauradoras e reabilitadoras.

A prevenção, por sua vez, pode se dar através de exercícios, onde se constitui uma medida eficaz para minimizar os efeitos decorrentes do processo de envelhecimento. Um idoso frágil e descondicionado, com limitações de força, equilíbrio e resistência, encontra dificuldades para realizar simples atividades da vida diária como banhar-se e vestir-se.

Conheça alguns métodos da fisioterapia que atuam na prevenção e manutenção das funcionalidades do idoso:

Fisioterapia Preventiva: realiza-se, inicialmente, uma avaliação fisioterapêutica para conhecer as capacidades e limitações dos idosos. Após essa etapa, são introduzidos exercícios de fortalecimento, alongamento muscular, exercícios de equilíbrio, coordenação motora, métodos de relaxamento e de consciência corporal.

Fisioterapia Respiratória: utiliza exercícios com o objetivo de aperfeiçoar a função pulmonar que consistem em movimentos de tronco e membros superiores associados a incursões respiratórias, inspirações e expirações. Também são empregadas técnicas para higiene brônquica, quando há algum acúmulo de secreção pulmonar que pode ocorrer devido a pneumonias, bronquites entre outras patologias. É sempre importante lembrar que o hábito de fumar é um grande vilão e deve ser abandonado quando se busca uma melhor qualidade de vida.

Além destas práticas, o método Pilates também é indicado para idosos por ser individualizado, trabalhar a respiração associada aos exercícios, melhorar o alongamento muscular, a força, a coordenação motora e o equilíbrio.

Estas atividades atuam diretamente no envelhecimento biológico, conhecido também como envelhecimento funcional, proporcionando o bem-estar do indivíduo. Com o aumento da expectativa de vida ativa o idoso torna-se mais independente nas suas atividades diárias e, consequentemente, na sua vida social. A recuperação e a manutenção da saúde tornam o processo de envelhecer uma fase a ser vivida com plenitude e alegria.

Fisioterapeuta Talia Rubert

Confira também

A robótica e o aprendizado infantil

Robótica, a ciência encarregada de planejar robôs, está presente em vários âmbitos da nossa vida, …

DICAS PAIS E FILHOS: Como seu filho te vê?

Dra. Estela Giordani Como seu filho percebe que é amado por você e pelas pessoas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *