Google+
quinta-feira , 21 setembro 2017

Cerveja dá barriga? Desvendamos este mito!!

ceva-da-barriga2Quer lhe chamemos “barriga de cerveja”, “pneu” ou outro nome, a gordura que se acumula na zona abdominal constitui um risco para a saúde. A obesidade abdominal aumenta o risco de sofrer ataques cardíacos, AVC’s, de ficar com diabetes, de sofrer de disfunção eréctil, entre outros problemas de saúde.

Para os homens, o risco começa a acumular-se a partir do momento em que o tamanho da cintura atinge os 94 cm. Acima dos 101 cm coloca-os na zona de perigo. Nas mulheres, o risco começa a acumular-se a partir dos 80 cm de cintura, sendo que a partir dos 89 cm passam a estar na zona de perigo.

Apesar do nome, a cerveja não é especificamente responsável pela “barriga de cerveja”. Em 2003, um estudo que avaliou a relação entre o consumo de cerveja e o aumento do índice de massa corporal e da cintura em mais de 2000 adultos não encontrou uma relação direta entre estas variáveis.

De quem é a culpa?

Se a cerveja é inocente, de quem é a culpa? Das calorias, claro. Se consumires diariamente mais calorias do que aquelas que consegues queimar através das rotinas do dia-a-dia e do exercício físico, o excesso vai se armazenar nas células adiposas (ou adipócitos). Infelizmente para os homens, as suas células adiposas abdominais têm tendência a aumentar de tamanho mais rapidamente do que as das mulheres.

Apesar da cerveja não ser o problema específico, ela pode, de fato, contribuir para a gordura abdominal. Em números redondos, uma cerveja de 330 ml contém cerca de 150 calorias. Uma cerveja light contém cerca de 110 calorias.

Texto: Nuno Salgueiro, administrador do grupo Treino Pesado – Acesse o Grupo AQUI

Confira também

careca calvice homens

Implante capilar pode ajudar na recuperação da autoestima

A cirurgia, cada vez mais sofisticada, proporciona um aspecto natural e é eficaz para tratar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *