Google+
sábado , 25 novembro 2017
pilates na terceira idade

Evite doenças na terceira idade com fisioterapia preventiva e pilate

pilates na terceira idadeA chegada da terceira idade, muitas vezes, vem acompanhada de problemas desagradáveis. O corpo mais delicado nem sempre permite que a prática de exercícios físicos seja agradável ou possível. Doenças graves como problemas cardíacos, dores musculares e articulares são perigos comuns. Ossos, tendões e músculos ficam mais frágeis e passa a ser comum haver diminuição da capacidade motora, da agilidade e do equilíbrio. A fraqueza muscular e doenças degenerativas que dificultam a prática de atividades físicas tradicionais e até prejudicam a qualidade de vida do idoso também tendem a surgir.

Nesse processo o auxílio de um fisioterapeuta ajuda a prevenir que problemas surjam ou se agravem, dando mais qualidade de vida e longevidade ao idoso.

A fisioterapia preventiva, por exemplo, tem como objetivo manter a funcionalidade física e motora, bem como evitar ou retardar complicações que o passar dos anos possa traz. Ela engloba desde exercícios físicos e respiratórios a procura do alívio de enfermidades já existentes como inflamações, dores, problemas ortopédicos e neurológicos através da utilização de exercícios específicos, alongamentos, aparelhos e técnicas manuais. Para os idosos ela possibilita maior flexibilidade, coordenação e equilíbrio, além de fortalecimento muscular. Com isso conseguimos um adiamento de instalação de incapacidades decorrentes do processo de envelhecimento e também prevenção de quedas e outros acidentes causados por limitações naturais da idade.

Tudo isso pode ser aliado também a terapias alternativas, como Pilates, que é um método muito indicado para a terceira idade, pois tem como princípios: a concentração; a real consciência do exercício realizado; movimentos controlados e suaves; trabalho respiratório para guiar os exercícios; estímulo do centro de força que ativa os músculos responsáveis pela estabilidade do tronco e sustentação da coluna; baixo impacto e com a vantagem de ser individualizado. Sendo um método indicado por atuar como prevenção e/ou em pós-tratamento médico e fisioterápico de dores articulares.

Fisioterapia e Pilates
Confira o que a dupla pode prevenir:

osteoporose
tendinites
doenças cardíacas
artrose
hérnias
bursites
insônia
ansiedade
depressão
dores nas articulações e músculos

E o que podem melhorar:
a flexibilidade
equilíbrio
coordenação
concentração
postura
relaxamento muscular
autoestima

Não há contraindicações para a realização de fisioterapia preventiva ou Pilates, mas quem tem problema de saúde ou sente qualquer desconforto deve procurar primeiramente um médico. Ao iniciar a fisioterapia é preciso realizar uma análise completa do estado físico do idoso para então iniciar um programa específico de exercícios e depois é só aproveitar os benefícios.

Talia Librelotto Rubert
Fisioterapeuta – Crefito 84000

Confira também

A robótica e o aprendizado infantil

Robótica, a ciência encarregada de planejar robôs, está presente em vários âmbitos da nossa vida, …

DICAS PAIS E FILHOS: Como seu filho te vê?

Dra. Estela Giordani Como seu filho percebe que é amado por você e pelas pessoas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *