Google+
sábado , 23 setembro 2017

Voleibol: o esporte que agrega.

Volei (45)_resizedDesde a década de 90 percebe-se que dentre várias vertentes o esporte promove para quem o pratica, qualidade de vida e, consequentemente, saúde. Os diversos benefícios fisiológicos já estão comprovados cientificamente através de vários métodos e testes como os da ISSP – International Society of Sport Psychology. Por isso, nos anos 90, múltiplos métodos foram criados para tratar a condição física como vital a saúde. 

Como a saúde é buscada por 100% das pessoas, Marcos Oliveira, educador físico com especialização em orientação e aplicação da educação física escolar diz que, teoricamente, qualquer pessoa pode praticar um esporte/exercício físico. “A atividade por si só não tem restrição. O que diferencia é o tipo de atividade, a intensidade e a carga em relação a cada um dos casos”. Fisiologicamente falando, existem diversos biótipos de condições e fatores determinantes para que determinado esporte seja adequado e específico para cada um dos indivíduos. “Idade, problemas de cardiopatia e gravidez, são tipos de restrições que podem ser dosadas para conseguir as aliar a um esporte e/ou atividade física”, coloca.

Partindo dessa ideia, o voleibol é um esporte que auxilia em várias questões da saúde. “Por si só, o voleibol trás benefícios cardiorrespiratórios e contribui na parte biomecânica como na coordenação motora e agilidade”, explica. Devido ao que é trabalhado em quadra, como deslocamento e posicionamento, este esporte auxilia tanto no condicionamento físico quanto na capacidade de concentração e percepção do indivíduo.

Marcos alerta que, como o vôlei é um esporte de impacto e intensidade de explosão, pode promover alguns danos nas articulações, por isso o treino com acompanhamento profissional é essencial para prevenir futuras complicações. “Dentre todos os esportes, o voleibol trabalha com movimentos construídos exclusivamente para ele, ou seja, que não são naturais do ser humano. O toque, a manchete, o ataque e os saltos são técnicas exclusivas que tornam o atleta ou praticante de voleibol diferenciado dos demais atletas. Por isso, há a importância do treino e do aperfeiçoamento da biomecânica do movimento, que ajudam com que a pessoa enxergue o esporte, não só como um lazer, mas como uma condição de vida”.

Contudo, não só na prática esportiva, mas também na vida pessoal, o voleibol é uma ótima escolha. Um exemplo claro é a equipe TJM Vôlei que Marcos treina. Atletas de Cruz Alta e Panambi além de competir, também descobrem o lazer, os benefícios da vida em grupo e adotam a prática como uma rotina que mistura diversão e saúde. Para 2013, a equipe já traçou suas metas e aposta nestes diferenciais, no respeito e na união para alcançá-las.

Confira também

careca calvice homens

Implante capilar pode ajudar na recuperação da autoestima

A cirurgia, cada vez mais sofisticada, proporciona um aspecto natural e é eficaz para tratar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *