Google+
sábado , 21 outubro 2017
Ana Perini
Dra. Ana Paula Perini

Você sabe o que é PRP?

Descubra porque ela repara o tecido e acelera a cicatrização e a regeneração celular. Essa técnica recentemente estourou na mídia, vista como inovadora porque várias celebridades e jogadores de futebol famosos aderiram aos seus benefícios, porém ela já é usada a cerca de 20 anos com o objetivo de reparar o tecido e acelerar a cicatrização e a regeneração celular.

A injeção de Plasma Rico em Plaquetas (PRP) é uma técnica que foi desenvolvida por dentistas espanhóis na década de 90 para promover e acelerar a cicatrização e regeneração óssea em cirurgias odontológicas, principalmente ligadas a implantodontia. Depois disso se teve o uso do PRP na área da ortopedia e medicina esportiva (atletas tem sido tratados com PRP para reparar mais rapidamente lesões musculares) e atualmente está sendo muito usada na estética para rejuvenescimento facial e reparação de danos causados pela atrofia dos maxilares e regiões da face, que ocorrem com o avanço da idade.

A técnica consiste em retirar o sangue do braço do paciente que é levado a uma centrífuga onde as células são separadas. O sangue centrifugado separa hemácias do plasma, que é sedimentado em porções entre as quais está o plasma rico em plaquetas. Após a centrifugação é injetado nas áreas necessitadas do paciente.

>>Leia também: Método 5S de emagrecimento

É no plasma que se concentram as plaquetas e dentro delas os fatores de crescimento. Estes fornecem ingredientes ativos que aceleram a regeneração celular e estimulam a produção de fibras colágenas (responsáveis por manter a pele firme).

Na odontologia, mesmo após a reabilitação óssea e dentária, muitas vezes não conseguimos devolver ao paciente uma harmonia da face devido o aparecimento de rugas labiais (código de barra), sulco nasolabial e rugas de marionete profundas, além da pele envelhecida em toda a região perioral. Assim, com o preenchimento do plasma rico em plaquetas nessas regiões, vem se tornando possível devolver ao paciente sua autoestima com um sorriso saudável e em perfeita harmonia com a face.

O número de aplicações de plasma depende da quantidade e da profundidade das rugas, mas normalmente o tratamento é feito com uma aplicação por mês durante pelo menos três meses, e os resultados aparecem gradualmente ao longo das aplicações.

Dra. Ana Paula Perini

Especialista em Implantodontia, Pós-graduada em Prótese e Pós-graduada em Estética: Facetas de porcelana e Lentes de Contato; Botox (membro da Sociedade Brasileira de Toxina Botulínica); Preenchimento Facial com Ácido Hialurônico e PRP; Cirurgia Plástica Gengival e Bichectomia.

Confira também

10 dicas para prevenir a alergia na primavera

Conhecida como a estação mais bela do ano, a primavera chega para alegrar nossas vidas …

9 dúvidas que você precisa tirar sobre o câncer de mama

– No Brasil todos os dias são descobertos 156 novos casos- O Outubro Rosa é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *