Google+
sábado , 16 dezembro 2017

Vintage ou Retrô?

decoracao-vintage-Com tantas possibilidades e tecnologias hoje no mercado, a decoração contemporânea tem agregado diferentes estilos, entre eles estão os hits do momento o Vintage e Retrô que estavam na moda da decoração nas décadas de 20 até os anos de 1980. Em busca de um ambiente único, saiba como diferenciar estes dois estilos, pois, a pesar de serem parecidos, há suas grandes diferenças. 

VINTAGE: Esse estilo é uma combinação de estilos variados, principalmente com itens das décadas de 40 e 50.

vintage

A melhor tradução para a palavra VINTAGE seria “boa-safra”; em bom português, pode-se dizer que o significado esteja atrelado à máxima: “quanto mais velho, melhor”. Geralmente usa-se o termo para caracterizar uma colheita sensacional. No caso dos móveis Vintage, usar uma peça sem repaginação, na sua melhor forma de conservação.

Mesmo tendo uma casa contemporânea, é possível utilizar peças antigas que fazem referência à casa de fazenda, à casa da vovó, utensílios esmaltados, porcelanas brancas, móveis de madeira antiga, criado-mudo, penteadeiras, grandes lustres… Tudo isso pode recriar um “tempo passado” devolvendo o glamour das épocas com romantismo, personalidade e com muitas referências ao passado.  Basta criatividade e não ter medo de misturar.

Para criar estilo Vintage na sua casa, não há uma regra a ser seguida, mas o bom-senso e equilíbrio é fundamental. Não crie, então,  um cenário do passado, o Vintage pode ser usado pontualmente ou  você pode colocar alguns elementos mais modernos em um ambiente onde o estilo predomine.  Dê preferência aos móveis clássicos, com formas arredondadas e aos tons apagados e neutros como o rosa antigo, dourado e branco. Garimpe objetos em antiquários, feiras, lojas de móveis antigos e, claro, na casa da vovó. Também há muita opção de mobiliário com essa releitura antiga em lojas de decoração contemporânea.

Utilize elementos com um ar nostálgico como gaiolas, bicicletas antigas, abajures bordados, relógios e rádios antigos. Se este objeto tiver uma história de família por trás, fica ainda melhor! Peças feitas à mão como o crochet e patchwork e retratos antigos também ajudam a compor o clima retro do estilo vintage.

Listinha de compras:

Louças antigas e em porcelanas

Armários de cozinha abertos com a louça à mostra,

Geladeiras quadradas,

Cadeiras de madeira e estofados em floral

Poltronas da Vovó

Papel de parede florais – nas cores rosa antigo /dourado/ tons pastéis / florais

Penteadeiras com espelhos

Camas de ferro

RETRO: É um estilo cultural desatualizado ou velho, tendência, hábito, ou moda do passado pós-moderno global.

retro

A palavra “Retro” deriva do prefixo latino, que significa “para trás” ou “em tempos passados”. Nesse estilo, decoramos a casa com objetos velhos que passaram por uma repaginação, transformação. Lembrando que  o estilo Retro é um resgate do design antigo e não se trata de usar coisas velhas no intuito de “reutilizar” como faz o estilo Vintage.

É um resultado do lifestyle vivido nas décadas de 50, 60, 70 e 80, o estilo Retro é dinâmico, de elevado impacto visual e muito cool. Marcado por peças- chave que sobreviveram, com muita pompa e circunstância, o passar do tempo. Logo,  decorar com espírito Retro é um desafio, mas também um prazer.

Hoje em dia, um estilo Retro pode ser recriado com recurso a algumas peças- chave que, por si só, serão o spotlight em qualquer espaço. O relançamento de objetos e eletrodomésticos com design antigo estimulou o resgate do estilo. Máquinas de escrever, televisões em modelos similares aos que transmitiam os primeiros videoclipes dos Beatles e minirrefrigeradores em cores berrantes são alguns dos itens que se inserem nesse estilo.

Sabe-se que o Retro possui alguns ícones que se repetem: linhas simples e sofisticadas, móveis grandes com formas ousadas, superfícies lisas, cores vivas e design clean

Listinha de Compras:

Ventilador antigo,

Vitrola charmosa,

 Sofás, cadeiras e mesas com pés palito,

Cores vivas – azul, vermelho, amarelo e laranja

Texturas: felpo, plástico, vinil, veludo, rendas, chenilha, missangas e contas

Estampas geométricas, xadrez, psicodélicos, abstratos,

Uso do preto e branco

Almofadas e quadros com ilustrações de personagens

Superfícies lisas e brilhantes – laqueadas

Discos de Vinil

Plantas como Samambaias, espada de São Jorge e a mais atual Lança de São Jorge.

BOM SABER !!!

Os objetos e móveis Retrô são normalmente mais caros que os da atualidade, mas mais acessíveis que as peças Vintage, por serem produzidas pela indústria atual. Muitos acreditam que o Retrô surgiu inspirado no Vintage, mas isso não corresponde à verdade, já que possuem características opostas, o Vintage é sóbrio enquanto que o Retrô é lúdico.

Resumindo:

O Vintage é algo velho com cara de novo e o Retrô é algo novo com cara de velho. Quem é Vintage é Retrô e quem é Retrô é Vintage.

Créditos da reportagem: Revista Spazio, para saber mais sobre decoração, construção civil, arquitetura e urbanismo CLIQUE AQUI.

Confira também

Faça você mesma: produtos caseiros

Faça você mesma: produtos caseiros

Se existe uma parte da listinha de compras do mês que sabe pesar no nosso …

A utilidade do amaciante que você não conhecia

O amigo que deixa nossas roupas macias e com um perfume envolvente também possui outras …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *