Google+
segunda-feira, Abril 23, 2018

QUARENTENA: descubra o que pode e o que não pode

Provavelmente você já tenha ouvido falar sobre a quarentena, talvez até já tenha vivido este período de desafios. Após nove meses você finalmente deu à luz e volta para casa com um serzinho que precisa de cuidados. Como senão bastasse, inicia-se o período de seis semanas onde você também tem que cuidar do seu corpo, para garantir uma boa recuperação no pós-parto.

Leia também sobre parto humanizado: O despertar de um nascimento.

As transformações são muitas, por isso há inúmeras especulações sobre o que pode e o que não pode. Descubra agora o que está liberado e o que é proibido:

DIRIGIR POR AÍ
Não pode. Nem no pós-parto normal, nem no pós-cesariana. Pelo menos não no primeiro mês, já que em ambos os tipos de parto o ato de dirigir pode atrapalhar a cicatrização (do períneo, região entre o ânus e a vagina, no caso do pós-parto normal, e das suturas quando no pós-cesariana)

LAVAR O CABELO
Claro que pode. Acredite se quiser: na época das nossas avós e bisas havia uma crença que o sangramento poderia reverter da vagina para a cabeça, deixando a mulher louca. É claro que isso não passa de um mito popular. No resguardo, não há problema nenhum em lavar os cabelos.

DAR UMA CORRIDINHA
Não pode.
No pós-parto normal nada de exercícios pesados. Isso vale até os primeiros 45 dias. O esforço da corrida pode atrapalhar o processo de recuperação. Aposte em caminhadas leves de no máximo 30 minutos (após o primeiro mês). Já no pós-cesariana a volta às atividades físicas é bem mais complexa, os exercícios intensos devem ser evitados por três meses, mas caminhadas curtas podem ser realizadas a partir do 40° dia de puerpério de acordo com a tolerância individual de cada paciente.

Para ser uma mamãe fit, veja 5 dicas para fazer da corrida um hábito. Mas claro, aguarde o seu tempo de voltar aos exercícios, tudo de acordo o que seu médico determina.

AH, E O SEXO?
Pode
, porém não há momento definido como o ideal para o retorno às relações sexuais, o que existe são recomendações. Após quatro semanas de puerpério normal, se houve a cicatrização adequada, com revisão ginecológica normal e é desejo da paciente, ela pode ter relações.

CARREGAR PESO
Não pode.
Fez parto normal? Então nada de carregar peso no primeiro mês. E depois, é bom sentar em uma cadeira para levantar o filho mais velho, fazendo força no braço, e agachar com as costas eretas para pegar uma sacola no chão. O objetivo é poupar a coluna, fragilizada pelo peso que sustentou durante a gravidez. E se você fez cesariana, é proibido também no primeiro mês em função dos pontos cirúrgicos.

TINGIR OU ALISAR AS MADEIXAS
Não pode.
O uso de formol em escova progressiva e tinturas não é recomendado em nenhuma situação, muito menos durante a amamentação. O produto é cancerígeno e pode prejudicar o seu bebê. Por isso, não use tinturas de efeito prolongado, porque elas geralmente incluem chumbo ou amônia. Aposte nos tonalizantes, eles são produtos de fixação curta que saem com as lavagens do cabelo, geralmente não contêm essas substâncias, mas verifique na embalagem.

DRA PÂMELA MACHADO KRÄMMER
GINECOLOGISTA E OBSTRETÍCIA – CRM 3496

VENANCIO AIRES, 163 – CENTRO – CRUZ ALTA
55 3303 4503

 

Confira também

Saiba tudo sobre as doenças mais temidas da atualidade

Vírus, bactérias, fungos, protozoários e parasitas. Você já ouviu falar nesses vilões? Provavelmente sim! Eles …

Síndrome mão-pé-boca saiba como tratar

. ✨ A doença ou síndrome mão-pé-boca é uma enfermidade viral contagiosa muito comum em crianças, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *