Google+
sábado , 16 dezembro 2017

A importância do técnico em óptica.

técnico em óticaO rápido crescimento do setor óptico aliado à evolução tecnológica faz surgir novos serviços, produtos, sistemas, equipamentos e técnicas que envolvem a articulação de competências complexas para obtenção da qualidade, estética e conforto para reabilitação da saúde visual.

A partir desses avanços a Ótica e Relojoaria Batista empreendeu em tecnologia e profissionalização para gerar mais saúde a seus clientes. “Ter uma técnica em óptica, foi uma importante inovação para nossos serviços de aviamento de receitas ou prescrições ópticas. Dominar as noções de patologia ocular auxiliam a orientar os clientes na busca pelo atendimento especializado” comenta a técnica Suzi Batista. Essa qualificação permite também prestar trabalhos sociais, de esclarecimentos a população quanto aos cuidados primários em relação à saúde visual.

O técnico também é responsável por dominar os conhecimentos sobre cada tipo de lente específica para cada caso. As medidas ópticas feitas por ele com o pupilômetro tem muita relevância na confecção dos óculos. Pois a DNP (Distância Naso Pupilar) que mede a distância entre as pupilas em relação ao centro do nariz, afere o reflexo corneano que corresponde ao eixo visual do olho. Ou seja, com ela, é possível centrar as lentes oftálmicas nas armações. A utilização da régua até pode ser adotada em caso de pane no pupilômetro, mas exige bastante habilidade e conhecimento.

Com o devido conhecimento das medidas ópticas é possível proporcionar conforto e resultado aos clientes. “Isso evita aborrecimentos e até prejuízos, já que medidas incorretas nem sempre poderão ser reajustadas e o serviço terá que ser refeito, gerando desconfiança ou até comentários negativos para a óptica que cometeu tal equívoco”, enfatiza Suzi.

No Brasil, a presença de um especialista em nível técnico é obrigatória, assim como o Alvará Sanitário da Vigilância Sanitária do município para que a óptica funcione de acordo com a lei.

“Muitas pessoas não sabem, mas é importante salientar que é proibido por lei aos oftalmologistas indicar as lojas do ramo aos seus pacientes, pois fere a legislação que regula a profissão. Cada cidadão tem o direito de confeccionar seus óculos na óptica de sua preferência. Ao mesmo tempo, vale lembrar que os diagnósticos, procedimentos e tratamentos de patologias oculares devem ser realizados somente pelo médico oftalmologista” esclarece a técnica.

Empreender e inovar, neste caso, trouxe à Ótica conhecimento e novas habilidades para prestar uma valiosa participação na compensação dos erros refrativos da visão.

Confira também

Você sabe como armazenar o leite materno?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam o aleitamento materno …

Saiba tudo sobre o check-up odontológico

Quando o assunto é saúde, a prevenção é sempre o melhor remédio e com a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *