Google+
quarta-feira , 22 novembro 2017

Pare de fumar em 4 passos

2_pare_de_fumar_ago14Vamos combinar que cultivar o hábito de fumar nos dias de hoje não está com nada. Os dias estão mais corridos, e as horas em que se pode ter um momento de prazer saudável ficam mais escassos. Opa! Você pensa que o tempo para esses momentos estão menores, nada disso, sempre há uma possibilidade de encaixar um exercício físico em meio à correria.

Então, se você está a fim de abandonar esse vício fedorento, mas não sabe como, confira quatro passos essenciais para você dar o ponta pé inicial.

1º Aumentar o consumo de alimentos de origem vegetal, crus, frescos e idealmente orgânicos. O organismo de um fumante precisa de cargas elevadíssimas de agentes antioxidantes, para compensar o tanto de radicais livres (agentes de envelhecimento e mutações maléficas) que eles produzem no seu metabolismo diário. Através destes alimentos eleva-se a ingestão de vitaminas C e E, sais minerais como o cálcio, magnésio e selênio, fibras e ômega-3.

2º A prática de atividade física e técnicas de relaxamento como a meditação, buscando desta forma, desviar o envelhecimento, a depressão e a ansiedade, aliviar (desintoxicar) os pulmões e desviar a atenção da compulsão do vício.

3º Abandonar os hábitos onde se misturam o cigarro. Como por exemplo, aquele cafezinho após o almoço que é sempre acompanhado do tabaco, troque o café por um copo de leite que vai auxiliar a diminuir a vontade.

4º Colocar no seu cardápio os maravilhosos sucos naturais. Sim! Os sucos desintoxicantes são os melhores amigos para o seu organismo eliminar os malefícios do fumo, e também para trazer novos costumes ao seu dia-a-dia.

Nos envie a sua história de superação contra o fumo, mande para o e-mail redacao@i9comunic.com.br  que podemos publicar sua experiência aqui.

Confira também

DICAS PAIS E FILHOS: Como seu filho te vê?

Dra. Estela Giordani Como seu filho percebe que é amado por você e pelas pessoas …

O antibiótico não faz mais efeito? Entenda o motivo!

SUPERBACTÉRIAS uma ameaça à saúde Se você é daqueles que ao ter uma febre baixa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *