Google+
sábado , 19 agosto 2017

Pílulas contraceptivas: o que é melhor pra você?

pilulasA opção da mulher em não menstruar ajuda a prevenir e combater doenças complicadas. Algumas graves, como anemia, mioma e endometriose. Para beneficiar na hora dos esportes, acabar com o sofrimento das cólicas e TPM, as mulheres já estudam a opção de viver sem a menstruação. Hoje em dia o ritmo de vida é tão corrido que é preferível viver sem a indisposição física que a menstruação causa, e realizar todas as atividades do dia sem complicações.

Para uma boa quantia de mulheres, esse período é difícil e doloroso, a suspensão dele pode significar alívio e ajudar no tratamento de doenças da saúde feminina, como miomas e cistos de ovário. Mas, afinal, como parar de menstruar? Qualquer mulher pode suspender a menstruação? Segundo a ginecologista Dr.ª Graciela Machado, qualquer mulher que não apresente contra indicações ao uso de contraceptivos hormonais pode usar a pílula de forma continua com objetivo de suspender a menstruação. A idade certa para parar de menstruar, varia muito, mas a partir do momento em que a mulher já faz uso de anticoncepcionais por via oral, já é possível parar a menstruação. “As restrições de idade são as mesmas que para as usuárias de anticoncepcional com pausa, por isso antes de começar qualquer método contraceptivo deve procurar a orientação do seu ginecologista”, enfatiza Dr.ª Graciela.

Quem tem mioma, endometriose ou cisto no ovário pode se beneficiar com a suspensão da menstruação, as pacientes com miomatose uterina que sofrem por terem fluxo menstrual aumentado podem se beneficiar desse uso continuo da pílula que também é uma opção de tratamento na endometriose, trazendo alivio na dismenorreia (dor para menstruar).
A mulher que resolve parar de menstruar pode, mais tarde, ser mãe, conforme a Dr.ª Graciela, já é comprovado cientificamente que o retorno à fertilidade é igual tanto para as usuárias de anticoncepcional cíclico ou contínuo.
Tomando anticoncepcional e sangrando? Isso é possível e não significa falha do anticoncepcional. Na maioria das vezes é só um tempo de adaptação. Esse sangramento é chamado de spotting ou sangramento de escape. É um efeito colateral frequente, “consiste em um sangramento pequeno e irregular ao longo do uso da cartela do contraceptivo, devendo ser relatado ao ginecologista assistente para conduzir de forma adequada cada caso individualmente”, finaliza Dr.ª Graciela.

Confira também

método pronokal

Método PronoKal – Rigor e ciência para a perda de peso

Com a chegada do calor, a preocupação com o excesso de peso volta com tudo. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *