Google+
terça-feira, agosto 14, 2018

Para mamães: entenda porque você não deve sentir culpa

Dra. Estela Giordani

Diante dos inúmeros desafios da maternidade, uma constante culpa assombra as mães. Elas são acusadas como culpadas com relação a tudo que ocorre com seus filhos. Isso é um mito ou verdade?

Por falar em educação das crianças, veja aqui quando é hora de recorrer aos profissionais.

Vale a reflexão já que vivem sempre constante contradição: por um lado abrem mão de muita coisa para dar o melhor aos filhos (carreira, bem-estar etc), não medem esforços para oferecer a eles o que nunca tiveram (a melhor escola, os melhores médicos, cursos etc).

Por outro lado, se sentem culpadas porque mesmo com esforço não “suprem” todas as necessidades, por isso sentem o peso da “culpa” já que os filhos nunca estão satisfeitos nem preparados para enfrentar o mundo.

Substancialmente, embora os tempos sejam outros, não podemos educar nossos filhos como os nossos pais faziam, mas será que as mães são culpadas?

Lembre-se que as crianças absorvem tudo que falamos, clique aqui e entenda como funciona.

Considero fundamental esclarecer dois pontos:

Primeiro: o conceito de educação implica em estimular o máximo do potencial integral das crianças. Até porque, não se extrai música de um instrumento sem aprender a técnica. Ou seja, é a partir dessa técnica que conseguiremos a melhor música que o instrumento pode nos dar. Da mesma forma ocorre com as crianças e adolescentes.

Segundo: os pais, e em especial as mães, são as primeiras responsáveis pela educação dos filhos. Mas, educar não significa substituir e nem inculcar, pelo contrário, significa extrair o potencial que existe em cada criança.

Portanto, não se trata de culpa e sim de responsabilidade. A culpa é “expiatória”, serve para apontar, mas não transforma, já a responsabilidade funciona na medida em que está à serviço da autonomia da mãe e dos filhos.  Sobretudo, as mães devem saber quando os filhos lhes colocam no papel de “escravas” e o que elas permitem, sem a necessidade daquele comportamento.

Viver uma vida com culpa não é coerente, as crianças vivem bem na medida em que estão felizes!

Quer ter acesso a mais conteúdos como este? Acesse meus canais e confira!

https://www.facebook.com/draestelagiordani/?fref=ts

http://materiais.estelamarisgiordani.com.br/listavip?rdst_srcid=759792

https://www.youtube.com/channel/UCWA3AiykDKc0-uQdjn9FRCA

Confira também

Um alerta sobre a desidratação em idosos

Que a água é vital para o organismo humano nós já sabemos. Isso ocorre, entre …

Confira 3 ANTES x DEPOIS inspiradores para emagrecer

UM NOVO CONCEITO DE EMAGRECIMENTO Leu o título e se interessou? Pois é, cada vez …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.