Google+
domingo , 10 dezembro 2017
esporte e saúde na água

Esporte até debaixo d’água

Que fazer atividade física faz bem para a saúde todo mundo sabe. Mas cada tipo de exercício tem suas particularidades e não é igual para todos. Temos exercícios que nos farão bem e outros não tão bem, dependendo de como o nosso corpo está. Assim, caminhadas, pedaladas e corridas são boas alternativas para pessoas que não sofrem problemas nas articulações, pois elas promovem impacto que pode acelerar os desgastes e provocar mais dores e desconfortos.

Porém, quando estas atividades são realizadas na água, dependendo da profundidade a qual você está imerso, consegue reduzir em até 80% o impacto que suas articulações receberiam. É aí que entra em ação a esteira aquática, uma inovação tecnológica feita por japoneses e que promove benefícios cardiovasculares comparáveis à corrida de rua. Como o peso corporal nela é reduzido, os efeitos nas pernas e articulações são bem mais suaves, ou seja, você continua em forma sem prejudicar a lesão ou as articulações, se for o caso.

Além disso, correr e pedalar dentro da água força seus músculos a trabalhar mais do que quando acionados fora dela o que também confere maior queima de caloria à atividade, dependendo da intensidade que ela é realizada.

Segundo a fisioterapeuta Kallina Durigon Keller o exercício na esteira debaixo d’água possibilita que pessoas com desgastes articulares consigam realizar caminhadas e corridas, beneficiando seus músculos, articulações, coração, pressão arterial, diabetes e até colesterol elevado. “Tem um estudo, que eu mesma publiquei em minha monografia, onde testei diferentes profundidades de caminhada aquática e redução da pressão arterial de hipertensos. O resultado foi que caminhar na água, imerso até o nível do peito é melhor que caminhar na profundidade do quadril e do ombro para diminuir a pressão arterial”, enfatiza Kallina.

Um grande diferencial que a bike aquática também oferece para atletas profissionais é o desenvolvimento de alta performance devido o seu forte trabalho cardiorrespiratório e enrijecimento dos membros inferiores. Para Elaine Oliveira, Coordenadora Técnica da Acquafit, Especialista em Fisiologia do Exercício – Prescrição do Exercício e Especialista em Treinamento Desportivo, “a água é um excelente condutor de energia e permite aos seus praticantes uma sensação de prazer e bem estar na realização de exercícios, seja qual for à proposta e o objetivo da prática aquática. No meio aquático é possível se conseguir resultados expressivos com trabalhos de relaxamentos e recuperação estrutural corporal e desenvolvimento cardiovascular e muscular”.

Entre seus principais benefícios também temos a melhora da circulação sanguínea, auxilio na regeneração física, trabalho de respiração, auxiliar no alongamento muscular e ser de fácil aceitação também por sedentários, pois é um exercício divertido.

Outro exercício aeróbico leve que pode ser adotado por todos, independente da faixa etária, muito completo e divertido é a hidroginástica. “Na hidroginástica existe hoje uma infinidade de materiais utilizados na prática, inclusive com sobrecarga. Tais materiais têm o objetivo de aumentar o efeito da resistência da água sobre o corpo, quando a própria sobrecarga da água já não oferecer este esforço para o aluno. Incluir a hidroginástica em sua prática regular de atividades físicas traz muitos benefícios diários, eu recomendo!”, finaliza Elaine Oliveira.

Confira também

Tática para envelhecer com saúde

Envelhecer é um processo natural e inevitável cujos sinais iniciam a partir dos 30 anos. …

Você sabe como armazenar o leite materno?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam o aleitamento materno …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *