Google+
quarta-feira , 23 agosto 2017
educacao dos filhos

Educar os filhos com autoridade e não com autoritarismo

Educar os filhos com autoridade e não com autoritarismo é um dos principais desafios que os pais enfrentam. Tenho notado uma grande e crescente dificuldade dos pais se fazerem ouvir pelos seus filhos ou não se deixarem orientar ou ainda, não fazerem o que eles pedem.

A verdade é que apesar todos nós sermos contra o autoritarismo, tenho visto que os pais não estão conseguindo saber como exercer ou construir um modo de autoridade que não seja aquela que eles viveram no passado e que sabem que não deu certo, mas que equilibre a liberdade com a segurança que os perigos e tentações que nossa sociedade de hoje coloca para as nossas crianças.  A pergunta que não quer calar é “como exercer a autoridade com os filhos sem ser autoritário”?

Ao longo da minha trajetória de experiência com a educação de crianças, principalmente, na orientação dos pais, um dos graves problemas que eu tenho visto é quando os pais perdem a autoridade com seus filhos, ou nem chegam a coloca-la em prática, por medo ou insegurança de não saber fazer da melhor maneira naquela situação. Logo, você que é pai ou mãe deve estar se perguntando, esse é um grave problema?

Na verdade, os pais não precisam ter autoridade no sentido de autoritarismo: aquele que tudo manda e todos obedecem. Autoridade é quando os pais falam algo para os filhos e tornam-se referência para eles, os filhos te escutam, te entendem e eles seguem aquilo que você diz, e isso é fundamental. Qualquer pai ou mãe sente-se satisfeito quando os filhos seguem as suas orientações e tomam aquilo para a vida. Agora, é preciso estabelecer uma relação de confiança com o filho, sensibilizá-lo que é importante confiar no que os pais estão falando e orientando, que isso só irá trazer resultados positivos para as suas vidas.

Um fator agravante é justamente quando o pai tira autoridade da mãe ou ao contrário, a mãe tira autoridade do pai. Para o filho tudo fica muito bagunçado, porque ele fica sem parâmetro, sem saber quem vai guia-la e lhe mostrar os caminhos a seguir. Isso gera um vazio na criança, porque todo filho espera que seus pais tenham uma conduta de autoridade, alguém que possa lhe estender a mão, mas que esta seja firme. Afinal, nada melhor do que o pai e mãe mostrar o caminho certo para o seu filho.

Portanto, saliento a tamanha relevância de conversar com os seus filhos, saber colocar limites, ter pulso firme em suas decisões e mostrar para eles os resultados de tudo isso. Assim, você que é pai ou mãe vai contribuir muito para a educação dos seus filhos, além disso, vai ajudar a formar um cidadão consciente de si e de seu papel de contribuição com todos na sociedade em que vive.

Texto assinado pela Dra. Estela Giordani

Se você se interessou por este assunto, assista ao vídeo completo sobre esta temática nos canais.

www.comoeducarmeufilho.com/site

https://www.facebook.com/pg/draestelagiordani/videos/?ref=page_internal

https://www.youtube.com/channel/UCWA3AiykDKc0-uQdjn9FRCA

Confira também

esporte e saúde na água

Esporte até debaixo d’água

Que fazer atividade física faz bem para a saúde todo mundo sabe. Mas cada tipo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *