Google+
sábado , 19 agosto 2017
dieta low carb

A famosa dieta Low Carb

dieta low carb Mariana Montezzana, 33 anos, marketeira de profissão e gaúcha residente em Curitiba no Paraná nos contou como foi sua experiência com a dieta low carb.

Quando conheceu a dieta?
Conheci a dieta low carb em abril de 2012. Estava com 86 quilos e engordando ainda mais, quatro meses depois do nascimento do meu primeiro filho dei um basta e decidi mudar. Eu estava desanimada demais comigo, me sentindo péssima e isso afetava todos os aspectos da minha vida.

Como foi o ponta pé inicial para perder peso?
Comecei pelo único caminho que conhecia: cortar calorias. Sabia que pão, massa, batata e açúcar eram bem calóricos, então comecei eliminando esses itens. Assim, acabei descobrindo o estilo de alimentação low carb, inicialmente através da dieta Atkins. Fazendo Atkins (low carb) emagreci 30 quilos em um ano. Quando estava a menos de 5 quilos do meu peso alvo, comecei a fazer exercícios físicos também.

Você adotou a dieta como estilo de vida?
Sim. Estou há mais de dois anos mantendo o peso que conquistei e nesse tempo criei o blog Vida Low Carb, um guia dedicado a facilitar a vida de quem quer seguir esse estilo de vida para emagrecer e ganhar saúde. Há seis meses nasceu meu segundo filho e dessa vez a história foi bem diferente: engravidei dentro do meu peso alvo, ganhei pouco na gravidez e falta pouco para voltar ao peso de antes de engravidar.

Entenda a Dieta Low Carb
Sua proposta é reduzir o consumo de carboidratos (arroz, macarrão, pão e batata) ingeridos, de 50% em uma dieta convencional para 10 a 40%. É preciso tomar cuidado, mas é bem fácil se organizar e segui-la com saúde. Nela é importante priorizar o consumo de carboidrados de baixo valor glicêmico, ou seja, aqueles que a glicose é absorvida mais lentamente pelo organismo. Ingerir muito alimentos integrais ricos em fibras, carne, peixe, ovos, legumes e verduras que crescem acima do solo e gorduras naturais (como manteiga). Não precisa contar calorias e pesar a sua comida. Basta esquecer os produtos industrializados e reduzir o açúcar e o amido. Dessa forma o sangue estabiliza os níveis de insulina, aumenta a queima de gordura e proporciona saciedade.

Mariana Montezzana
www.vidalowcarb.com.br
FB/vidalowcarb
Instagram/vidalowcarb

Confira também

JUDÔ CRUZ ALTA

Cruz-altenses trazem ótimos resultados da Supercopa Canoas de Judô

Aconteceu no ultimo sábado (15), a Supercopa Canoas no Centro Olímpico Municipal da cidade de …

One comment

  1. Oi boa noite!
    Pode cortar de uma só vez esses alimentos que vc citou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *