Google+
domingo , 25 junho 2017
mundo kids

O pai diz não e a mãe diz sim: e aí, como fica o seu filho?

Dra. Estela Giordani

Um problema frequente que acontece entre pais e filhos é quando o pai diz não, para alguma coisa que o filho peça e a mãe diz totalmente ao contrário, mas não é somente com os pais, se a criança mora com os avós, tios ou outro responsável, a situação é a mesma. Mas o que isso causa nas crianças?

Este é um problema muito sério na educação da criança, porque ela é muito esperta. Ela observa e percebe como a mamãe, o papai, ou a vovó se comporta! E, aprende a brincar com isso. Começa também a testar, a verificar e a perceber como é que pode fazer para conseguir aquilo que ela quer. Por exemplo, quando seu filho pede para o pai se pode ir andar de bicicleta, e o pai diz não, porque sabe que o seu filho ainda não terminou de fazer os temas da escola, o filho, como é muito esperto e não conseguiu com o pai, vai procurar a mãe e pede para ela a mesma coisa. E, se a mãe o deixa andar de bicicleta, o que acontece? O que o seu filho entende?

Quando seu filho faz uma pergunta, ele não está apenas perguntando, ele está te testando. Ele quer saber como funciona: pede para um, pede para o outro, até que consiga encontrar uma contradição! Mas afinal, por que isso acontece? Quando existe contradição ela encontra a oportunidade, o álibi para se livrar das consequências de seus atos. Ou seja, se o papai negou seu pedido e, logo depois, a mamãe autorizou, ela tem uma resposta positiva que lhe favorece. E, é justamente isso que a criança deseja, ela vai usar essa contradição ao seu favor. Afinal, se um disse “não” e o outro disse “sim”, ela vai poder ir, e sabe por quê? Porque ela vai ter uma explicação, vai saber argumentar, por exemplo: “Ah, mas a mamãe deixou.”, ou seja, ela terá uma justificativa incontestável para sua atitude e não poderá sofrer a penalidade que talvez o pai queira lhe dar.

E o que o seu filho gera com tudo isso? Quando ele pede para um, pede para o outro e para o outro, acaba fazendo que os pais entrem em contradição e depois em conflitos. Gerando estes conflitos, ela sai de “fininho” – usa a lei “dividir para governar” -, com isso, os adultos acabam entrando em atrito, quando na verdade, foi à criança quem gerou esta situação. Essas atitudes que os adultos têm, sem falar uns com os outros, faz com que cada um, com muita frequência, fale para a criança uma coisa diferente do outro. E, toda essa situação gera uma confusão na cabeça do filho e ainda faz com que os adultos briguem! No final das contas, o que seu filho entende? Descobre como fazer o jogo para conseguir exatamente o que quer.

Portanto, a minha dica é: tome cuidado em não ir contra o seu conjugue, primeiro pergunte para a criança se ela já pediu para outra pessoa. Fica muito mais fácil quando nós pedirmos para a criança dizer a quem já perguntou e o que o outro adulto respondeu. Com isso, a criança vai aprender que não pode mais jogar com os adultos. E, esta é uma excelente forma de evitar os conflitos, além de viver feliz com a sua família.

Acesse meus canais e confira mais temáticas como essa.

https://www.facebook.com/draestelagiordani/?fref=ts

http://www.comoeducarmeufilho.com/

https://www.youtube.com/channel/UCWA3AiykDKc0-uQdjn9FRCA

Confira também

copa panambi volei

Nesse domingo Panambi realiza mais um grande evento esportivo

16 EQUIPES CONFIRMADAS, MAIS DE 190 ATLETAS! Neste domingo acontece em Panambi a 1º Copa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *