Google+
sexta-feira , 20 outubro 2017

10 dicas para prevenir a alergia na primavera

Conhecida como a estação mais bela do ano, a primavera chega para alegrar nossas vidas com as cores e aromas das flores. É uma delícia. Só que não!

Quem sofre com alergias, as famosas “ites” – rinite, bronquite, sinusite, dermatite, entre outras – não adora tanto assim a estação! Além da mudança climática, nesta estação ocorre um aumento significativo na quantidade de fungos e ácaros no ambiente. O pólen liberado pelas flores entra em contato com a mucosa respiratória e também pode provocar crises em pessoas suscetíveis a alergias.

As doenças alérgicas podem ser controladas com o tratamento correto e amenizadas com cuidados básicos no dia a dia. Se você sofre desse mal, observe os sintomas e fique atento as dicas para aliviar e evitar o desconforto.

1 Mantenha a casa fechada para evitar pólen em excesso. Abra somente alguns minutos ao dia para arejar o ambiente

2 Não fique muito tempo em jardins ou locais com muito vento, flores e árvores

3 Evite carpetes, tapetes e cortinas e demais itens que acumulem poeira

4 Mantenha seu ambiente de convívio limpo

5 Não utilize descongestionantes nasais sem orientação médica. Eles podem causar alívio momentâneo, mas não funcionam como tratamento e potencializam os efeitos da alergia

6 Para limpeza, opte por produtos biodegradáveis, estes são menos irritantes. Diminua o uso de amaciantes e desinfetantes

7 O ar-condicionado é um ótimo aliado para manter o ambiente arejado, desde que o filtro esteja limpo

8 Lave o rosto e o nariz com frequência, dessa forma você limpa as impurezas e diminui o efeito do pólen nas vias respiratórias

9 Seque as roupas ao sol, o calor elimina os microorganismos que acumulam no tecido, mas evite deixá-las muito tempo expostas ao ar livre

10 Procure orientação médica para um tratamento adequado e eficaz

 

Confira também

9 dúvidas que você precisa tirar sobre o câncer de mama

– No Brasil todos os dias são descobertos 156 novos casos- O Outubro Rosa é …

Cuidado com as músicas que seu filho ouve

                              …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *