Google+
sexta-feira , 20 outubro 2017

9 dúvidas que você precisa tirar sobre o câncer de mama

– No Brasil todos os dias são descobertos 156 novos casos-

O Outubro Rosa é um período mundialmente alusivo à prevenção. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma única, bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno dessa nobre causa. Tornando-se uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar do mundo.

Para que possamos entender melhor essa patologia, separamos 9 fatos esclarecedores sobre o câncer de mama:

1. Câncer de mama tem cura?

Se descoberto nos estágios iniciais, tem! O desafio é maior quando o diagnóstico demora para acontecer. 30% dos cânceres de mama são descobertos em estágios avançados, quando as chances de cura são muito menores. Por isso da importância do diagnóstico precoce e de exames periódicos.

2. Minha mãe teve câncer de mama, também vou ter?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia uma em cada 15 mulheres é afetada pela doença. Alguns fatores podem ser responsáveis por aumentarem as chances de se desenvolver a doença, como: o tabagismo, sedentarismo e alimentação inadequada. A genética só é determinante em 10% dos casos.

3. Existe uma idade certa para começar a se cuidar?

Menstruou? Então inicie os cuidados, hábitos saudáveis são os principais. A partir de então, é fundamental ir ao médico e fazer o autoexame nas mamas e axilas. Procure por caroços, áreas mais escuras, áreas mais quentes e inchadas. Pele vermelha, enrugada ou descamada também pode ser sinal de problemas.

4. Quando devo fazer o autoexame?

Uma vez por mês, sempre no final do período menstrual. Para quem já está na menopausa, basta escolher um dia específico do mês. Lembrando que, geralmente, os tumores se manifestam na segunda metade da vida, mas costumam ser mais agressivos quando aparecem em pessoas com menos de 30 anos.

6. Tenho câncer. O que eu faço?

Converse! Entenda a opinião do médico sobre operar ou tratar com medicação. Peça uma segunda ou terceira opinião se estiver insegura. Procure mulheres que venceram o problema – a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) oferece um ótimo suporte. Depois, decida.

7. Preciso retirar as mamas?

Nem toda cirurgia exige a retirada das mamas inteiras. Dependendo do tamanho do tumor é possível retirar apenas parte da mama e complementar o tratamento com medicamentos. Mesmo para quem perdeu toda a mama, é possível fazer a cirurgia plástica reconstrutora.

8. Como prevenir?

Fazer atividades físicas e cuidando da alimentação já é um grande passo – evite gorduras e procure por alimentos ricos em vitamina A, como manga, melão, cenoura, couve, ervilha, carne de fígado e ovos. Abandonar o cigarro é extremamente importante. E evitar o consumo excessivo de álcool também ajuda.

9. E os exames clínicos?

Em caso de diagnóstico positivo, durante e depois da doença, alguns testes serão fundamentais para monitorar a situação com segurança, como o ultrassom, a ressonância magnética e a tomossíntese, mas quem irá defini-los será o médico responsável. A partir dos 50 anos, a mamografia deve ser realizada duas vezes por ano – segundo recomendação do Ministério da Saúde. Para quem já teve casos de câncer na família, é recomendável começar a fazer o exame periódico mesmo antes.

 

Confira também

10 dicas para prevenir a alergia na primavera

Conhecida como a estação mais bela do ano, a primavera chega para alegrar nossas vidas …

Cuidado com as músicas que seu filho ouve

                              …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *