Google+
sábado , 23 setembro 2017
dia do endocrinologista

10 Coisas que você precisa saber sobre tireoide

Responsável pela produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina), quando não funciona corretamente pode liberar hormônios em quantidade insuficiente, causando o hipotireoidismo, ou em excesso, ocasionando o hipertireoidismo. Nessas duas situações, conforme a endocrinologista Dra Brenda Alberto, o volume da glândula pode aumentar, o que é conhecido como bócio.

O Bócio surge quando a glândula da tireoide aumenta de tamanho, formando uma espécie de nódulo ou caroço na região do pescoço, que se torna mais arredondado e mais largo do que o normal. Ele geralmente consegue ser facilmente observado sem grande dificuldade, podendo ser simétrico, assimétrico, composto por um nódulo ou por um conjunto deles, sendo nestes casos conhecido como bócio nodular ou multinodular.

Os principais sintomas que indicam o surgimento do bócio incluem:

  • Dificuldade para engolir;
  • Surgimento de um nódulo ou caroço no pescoço;
  • Aparecimento de tosse;
  • Desconforto na região do pescoço;
  • Sensação de falta de ar;
  • Rouquidão.

Confira 10 importantes funções e situações da sua tireoide e fique alerta!

1 – Ela atua no crescimento e desenvolvimento de crianças e adolescentes, no peso, na memória, na regulação dos ciclos menstruais, na fertilidade, na concentração, no humor e no controle emocional.

2 – Quando ocorre o hipotireoidismo, o coração bate mais devagar, o intestino não funciona corretamente e o crescimento pode ficar comprometido.

3 – Sintomas de hipotireoidismo: diminuição da memória, cansaço excessivo, dores musculares e articulares, sonolência, aumento dos níveis de colesterol no sangue e depressão.

4 – Sintomas de hipertireoidismo: geralmente causa emagrecimento, o coração dispara, o intestino solta, a pessoa fica agitada, fala demais, gesticula muito, dorme pouco, sente-se com muita energia, embora também esteja cansada.

5 – Além dos hormônios T3 e T4 que têm a função de aumentar ou acelerar o metabolismo celular, a tireoide também produz o hormônio calcitonina que é importante para o metabolismo do cálcio.

6 – Disfunções na tireoide podem acontecer em qualquer etapa da vida e são simples de se diagnosticar. Além disso, elas podem ocorrer mesmo sem o bócio.

7 – O reconhecimento de um nódulo na tireoide pode salvar uma vida. Por isso, a palpação da glândula é de fundamental importância. Se identificado o nódulo, o endocrinologista deve solicitar uma série de exames complementares para confirmar ou descartar a presença de câncer.

8 – Estima-se que 60% da população brasileira tenha nódulos na tireoide em algum momento da vida. Mas isso não significa que sejam malignos. Apenas 5% são cancerosos.

9 – Além de se parecer com uma borboleta, a tireoide também lembra o formato de um escudo. Daí o surgimento de seu nome: uma aglutinação dos termos thyreós (escudo) e oidés (forma de).

10 – Algumas crianças podem nascer com hipotireoidismo. Para detectá-lo, é realizado o chamado Teste do Pezinho, que deve ser feito, preferencialmente, entre o terceiro e quinto dia de vida do bebê.

Confira também

careca calvice homens

Implante capilar pode ajudar na recuperação da autoestima

A cirurgia, cada vez mais sofisticada, proporciona um aspecto natural e é eficaz para tratar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *